Uma entrada na Primavera bem agitada

mercury-carlone

Fenômenos climáticos, eclipse lunar, atividades solares cíclicas, e astrologicamente falando, a entrada de Saturno em Sagitário, Mercúrio retrógrado e um eclipse da Lua extremamente raro traçam o cenário perfeito para os caçadores de catástrofes.

A situação nacional e a mundial parecem confirmar previsões funestas. As atividades solares foram associadas a um tipo particular de onda, denominada “onda X” pelo Dr Simon Atkins, um meteorologista especializado em mudanças climáticas globais. Segundo ele, as radiações provindas do Sol afetariam os seres humanos, mudando padrões de comportamento e até um possível despertar de consciência.

dr_atkins

Normalmente estas irrupções de energia solar provocam problemas nas comunicações, afetando satélites, transmissões radiofônicas, televisivas e telefonia celular.

O primeiro fenômeno astrológico presente neste conturbado Setembro é Mercúrio retrógrado. O movimento retrógrado ocorre quando o movimento aparente do astro está em direção oposta à que ele normalmente segue. Na realidade nenhum planeta muda seu curso. É apenas a impressão que temos ao olhar o planeta a partir da Terra.

Coincidência ou não é justamente Mercúrio que rege as comunicações. Ele entrou em retrogradação no dia 17 de Setembro e vai ficar assim até dia 9 de Outubro. As ondas solares vão bagunçar as telecomunicações e Mercúrio retrógrado vai levar a fama.

Mercúrio retrógrado é bastante temido por quem tem um conhecimento superficial de astrologia. Como todo planeta retrógrado, as qualidades (boas e más) de Mercúrio estarão atenuadas. E como ele é o regente das comunicações, elas estarão perturbadas, quer fisicamente – problemas com transmissões radiofônicas ou televisiva e, aqui no Brasil, os Correios estão em greve – quer nos relacionamentos interpessoais (mal entendidos).

O segundo é a entrada do signo de Libra, no dia 23 de Setembro, marcado o início oficial da Primavera no hemisfério Sul (porém não é o que parece, pois estou escrevendo num dia que para todos os efeitos poderia ser um dia típico de Verão, aqui em São Paulo).

libra3

O trânsito solar por Libra tende a trazer equilíbrio, em especial nas relações interpessoais, já que Libra rege a casa 7, a casa das relações com os outros, e pode atenuar um pouco o efeito de Mercúrio retrógrado.

O terceiro é a reentrada de Saturno no signo de Sagitário, depois de um breve período retrógrado em Escorpião.

Saturno ficará em Sagitário até dezembro de 2017.

Saturno em Sagitário é o encontro de um velho sábio, mas rabugento, com um jovem impetuoso. Isso indica uma passagem nada tranquila, a não ser que seja o Mago Merlin educando o Jovem Arthur. Merlin como educador de Arthur se posicionava de forma a propiciar experiências que o levariam à maturidade. E é isso que Saturno fará. O jeito é aceitar a lição, pois resistir levará a uma derrota dolorida.

sagitario pergaminho

Por outro lado, quem pode estar mais forte é jovem impetuoso, capaz de ver além e disposto a mudar as velhas estruturas, como Zeus (vou usar o nome grego para não confundirmos com o planeta Júpiter), que derrotou Saturno (Cronos na Grécia).

Quem é você agora? Quem é a humanidade agora? Zeus ou o Jovem Arthur?

Ao olhar para o mundo em geral e para o Brasil de um modo particular, vemos a cara de Zeus. Isto não é necessariamente bom, pois encontramos a possibilidade de um golpe no Brasil – que pode ser trazer Saturno ao trono – ao Estado Islâmico, uma revolta iconoclasta sem medidas, trazendo um Zeus irado e destruidor.

 

merlin

Seria bom lembrar que estamos aproximadamente na metade do trânsito de Plutão em Capricórnio e, na última vez que o planeta visitou este signo, tivemos a Revolução Francesa, onde literalmente decapitamos a realeza e colocamos no poder um Saturno que devora seus próprios filhos (o Reinado do Terror).

O quarto evento astrológico notável é o Eclipse Lunar que vai ocorrer em 27/09/2015 aproximadamente entre 23 e 24 horas, hora de Brasília.

Ele não é só um eclipse lunar: ele é um eclipse lunar com a Lua no perigeu, a distância mais próxima da Lua em relação à Terra. Essa lua é conhecida como superlua por ter um tamanho aparente em torno de 15% maior que o que vemos normalmente.

luadesangue

Astrologicamente, neste caso a Lua, além de sua oposição ao Sol vai estar em oposição a Lilith, a Lua Negra, que representa a lua em seu apogeu (distância maior entre a Lua e a Terra).

Normalmente os Eclipses, por serem um fenômeno astronômico notável, estão associados a grandes mudanças e este é duplamente notável. Ninguém conseguirá ignorar uma Lua enorme sendo encoberta pela sombra da Terra.

Olhando no mapa astral deste momento, vemos uma quantidade enorme de oposições e quadraturas, indicando um momento de grande tensão, ou seja mais lenha na fogueira de um momento já conturbado.

eclipse 27_09_2015

Uma análise rápida revela excesso de Cardinalidade e Mutabilidade, indicando muita inciativa, pouca consolidação e muita mudança de rumo.

Minha interpretação disso é que há lenha, gasolina e fósforo suficiente para acender a grande fogueira, mas uma vez acesa, apagará logo, deixando um rastro de caos e mágoa.

Do ponto de vista prático, evite tomada de decisões nos dias próximos ao eclipse (antes, durante e depois).

Há mais coisas a analisar neste mapa, como, por exemplo, a quadratura Sol e Plutão, o que indica uma postura de “se hay gobierno, estoy contra”, para o povo e “daqui não saio, daqui ninguém me tira”, para os governantes.

Aos operadores de Mesas radiônicas dispostos a trabalhar estas condições recomento em primeiro lugar desativar a retrogratividade de Mercúrio, o empoderando e, a seguir, ativar os aspectos positivos latentes de Libra.

Pode-se tentar desativar as quadraturas e oposições, porém nota-se que as forças atuante são bastante poderosas. Mas é possível pelo menos atenuar estes conflitos.

Por fim, esqueçam um pouco a Astrologia e vejam o espetáculo do Eclipse. Será um espetáculo único e vai valer a pena.

0
Compartilhamentos
Alvaro Domingues
 

Filósofo, escritor e oraculista.